Foi amor à primeira vista. Depois que a decisão de casar saiu do papel e criou asas para voar, a escolha do local parecia ser um grande desafio, mas, por incrível que pareça, isso não aconteceu. Bastou começar a busca online e voilá, já estávamos encantados com o espaço. Todas as opções seguintes pareciam não ter aquilo que procurávamos – um casamento só nosso, no estilo rústico e reservado com uma história por trás. A Quinta carregava por si só mais de cinco séculos de bagagem. Reunindo a serenidade de um ambiente que falasse por si só e representasse a nossa essência clássica e antiga “vintage”.

O lugar parece vindo de um filme de época, com um jardim idílico e uma paisagem de tirar o fôlego, escancarando a beleza genuína e natural da Serra de Sintra. A Quinta da Arriaga em tão poucos segundos se tornou nosso santuário, mas faltava ver para crer. Após a primeira visita, não haviam mais dúvidas. Sob um céu azul e um sol radiante, ainda que em pleno inverno europeu, exploramos aquele lugar que parecia ter algo fora do ordinário.  Não caberiam outras opções. A decisão estava tomada. Era um casamento à moda portuguesa com certeza!